Skip to content

Praia, sol, sua amígdala e cavalos-marinhos

16 de setembro de 2009

Este post AINDA não foi pago. Ele está participando da promoção “Os 5 finais” da ação “Porto Cai Na Rede”, que vai levar 40 blogueiros pra passear em Porto de Galinhas. Três neo-blogueirinhos (ou os coitados que não foram convidados) vão concorrer à passagem para o paraíso escrevendo posts interessantes sobre o tema “Por que quero ir pro Porto Cai Na Rede”. E essa é a minha tentativa de viajar de grátis! Mas meu leitor amigo precisa votar no meu post, aqui! Ajuda aê, tio!! Ajuda os caras do Porto Cai Na Rede a pagarem por esse post!!!

PortoCainaRede

Por que quero ir pro Porto Cai Na Rede?

Meio besta essa resposta, não? Praia, sol, tudo na faixa, no meio da semana do meio do semestre? Injeção na testa tá incluso? Ainda mais na companhia de gente inteligente, bonita e bem informada? (Puxa-saaaaco do caramba, já no começo do post?!?!?)

Noves fora os motivos óbvios, quem poderia perder a oportunidade de aproveitar as praias lindas, aquele monte das tais “belezas naturais” deste país abençoado por Deus e pela Vanusa? Devia ser obrigatório todo mundo ir à praia pelo menos uma vez por ano. Pô! Tanta praia, tanto marzão! Tudo sobrando aí, de graça pra quem quiser ver! Pra não virar farofa organizar-se-ia (pôutz!) a população por turnos: letras A, B e C na primeira semana de janeiro, e assim por diante. Marias e Josés em turno especial, evitando superlotação. Porque ninguém merece aquele aconchego a la busão lotado, né não?

E não é à toa que não gostamos de ter alguém com o nariz enfiado no nosso cangote. É por culpa da amígdala (não essa que você tinha na garganta e que seu pediatra mandou tirar quando você era guri, a outra!), que é uma estrutura pequenininha bem lá dentro do cérebro, responsável por regular emoções e alguns tipos de interações sociais. Pois a amígdala também é responsável por aquela sensação horrorosa que sentimos quando estamos em um lugar cheio de gente invadindo nosso “espaço pessoal”. A sensação ruim tem justamente a função de fazer com que ajustemos sempre a distância entre nós e as outras pessoas, numa interação social. Segundo pesquisadores do CalTech (Instituto de Tecnologia da Califórnia), pessoas com lesões nessa estrutura do cérebro tendem a perceber o incômodo de ter alguém perto demais a uma distância quase duas vezes menor do que pessoas com amígdalas saudáveis. Foi o que eles descobriram estudando o comportamento de uma mulher com a amígdala lesionada, neste artiguinho. Mas isso não vai acontecer em Porto de Galinhas, nem que você tivesse uma amígdala bem ruinzinha, já que lá o espaço é de 10 (dez!!!) praias. Então, sua amígdala não vai ter muito trabalho, é só correr pro abraço!

É marzão que num acaba mais...

É marzão que num acaba mais...

Em Porto de Galinhas , além de todo esse marzão limpérrimo e da água quentinha, tem cavalos-marinhos! Eu tô aqui pensando, acho que eu nunca fui apresentada pessoalmente a um cavalo-marinho… É no tal do Projeto Hippocampus – uma espécie de Projeto Tamar para cavalos-marinhos – que eles moram. Aliás, ô povo do Hippocampus, a página de vocês na internet não existe, perceberam? Mas tem essa aqui velhinha, mas eficiente.

Cavalos-marinhos são bichinhos muito interessantes. Pra começar, quem fica grávido é o macho da espécie. E não é o caso de usar a palavra gravidez apenas por aproximação, eles ficam grávidos meeeeeesmo: a fêmea introduz os óvulos dentro da bolsa incubadora do macho, onde eles são fecundados e se desenvolvem, só nascendo depois dos alevinos estarem completamente formados. E esses peixinhos tão delicadinhos são carnívoros, comem camarõezinhos, moluscos, crustáceos… Uma graça. Mas essa parte de comentar bichinhos eu vou deixar pros biólogos da turma do Porto Cai na Rede, porque eu manjo mesmo é de comportamento, e ainda não temos Caixas de Skinner para cavalos-marinhos…

Será que esse é macho ou fêmea?

Será que esse é macho ou fêmea?

Outra vantagem de Porto de Galinhas: é verão o tempo todo! Imagine você, paulista acostumado a tomar chuva na praia, que lá, frio é 28°! E a umidade do ar tá sempre em marromeno 80%, enquanto aqui a gente cospe tijolinho seis meses por ano! Quem não quer ir prum lugar desses? Agora a melhor notícia de todas é que no Portal Oficial de Porto de Galinhas há 167 resultados na busca por “Bares e Restaurantes”. Hm, hm, hm? Puta infra!

Agora sério. Fico imaginando como esse povo vai fazer para cumprir aquele cronograma com um monte de coisa muito-mega-power-master-blaster-walla bacana pra fazer e ainda ter tempo pra pensar em internetar, blogar e tuitar. Será que vão dar umas tuitadas de cima do banana boat? Ou postar no blog entre um passeio de jetski e uma partida de futebol? Porque eu acho que com o monte de coisa que tem pra fazer em Porto de Galinhas, não vai dar pra fazer tudo em quatro dias!! Vai ser uma daquelas viagens tira-gosto, nunca dá tempo de fazer tudo o que você quer e a gente acaba voltando denovo, denovo, denovo…

E aí? Tá valendo me dar uma viagenzinha pro paraíso? Então vota, benhê!!! Vota!!!

clique

Atualização: É. Não ganhei uma vaguinha, fiquei em casa passando frio e acompanhando o povo tuitar lá de Porto de Galinhas só pra dizer que eles estavam se divertindo. E pelas notícias, divertiram-se pacas!! Pelo menos é o que o povo tá mostrando no Contraditorium, no Eu Capricho, no Brogui

Ai… que inveja.

3 Comentários leave one →
  1. MeGorgo permalink
    18 de setembro de 2009 21:50

    MELHOR É IMPOSSIVEL…ENTAO SE NAO VOTAREM NAO GANHAM UM OVO DE NATAL DAS GALINHAS DO PORTO…… VAI VAI VAI
    MeGorgo :)

  2. 22 de setembro de 2009 10:48

    Nooooossa! depois que li este post, eu também quero ir a Porto de Galinhas. Óbvio – sem nariz no cangote.
    @limarco

  3. Rena Pineze permalink
    25 de setembro de 2009 12:47

    Vamos despachar a nossa mais nova e talentosa blogueira p/ Porto de Galinhaaassss! Com direito à férias p/ a amígdala dela (apesar de que, ter pessoas perto demais – dependendo da pessoa, claro – não é incômodo nenhum! hoho).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: